Pequim se desculpa por fiasco na venda de ingressos da Olimpíada

Os organizadores da Olimpíada de Pequimadmitiram na quarta-feira que subestimaram a demanda por umasegunda leva de ingressos para os Jogos de 2008, o que derrubouo sistema de vendas e os obrigou a suspender a operação. A venda de 1,85 milhão de ingressos parou porque o siterecebeu 20 milhões de acessos nas primeiras três horas devendas, na terça-feira, e o processo foi suspenso no começo danoite (horário local). "O Centro Olímpico de Ingressos de Pequim subestimou oentusiasmo das pessoas pelos Jogos. Pedimos sinceras desculpasao público em geral pelo inconveniente", disse o diretor docentro, Rong Jun, em entrevista coletiva. Além dos milhões de interessados no site, o call centerrecebeu 3,8 milhões de ligações, e longas filas se formaram nasmil agências credenciadas do Banco da China, segundo Rong. "Tudo isso excedeu a capacidade de processamento dosistema. Isso se deveu ao processamento do banco de dados, nãoo tamanho da banda. Precisamos melhorar nossa capacidade dobanco de dados. Estamos negociando com a equipe técnica umsistema mais abrangente", explicou o dirigente. De acordo com Rong, o site tem capacidade para 1 milhão deacessos por hora, enquanto o sistema de reservas deveriaconseguir vender 150 mil ingressos por hora. Rong disse que os organizadores estão cientes de que muitagente tirou um dia de folga ou fez outros sacrifícios paratentar comprar os ingressos. Ele leu uma carta pedindodesculpas ao público. "Não fornecemos um serviço satisfatório", dizia um trecho."Vamos fornecer uma solução razoável para o problema, e esperoque o público continue apoiando nosso trabalho." Só 43 mil ingressos foram vendidos na terça-feira, e novasdiretrizes para a venda dos 1,8 milhão restantes serãodivulgadas na segunda-feira. O primeiro lote, de 1,6 milhão de ingressos, foidistribuído por sorteio neste ano. Por isso, nesta semana os1,3 bilhão de chineses teriam a primeira oportunidade decomprar os bilhetes por ordem de chegada. Rong não quis especular sobre uma volta ao sistema desorteio para evitar a sobrecarga. Haverá 7 milhões de ingressos disponíveis para torcedoresda Olimpíada, que acontecerá de 8 a 24 de agosto de 2008, sendoque quase três quartos são reservados para moradores da Chinacontinental.

NICK MULVENNEY, REUTERS

31 de outubro de 2007 | 10h20

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPINGRESSOSFRACASSO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.