Pessoa elogia cavalo e diz que planejamento está dando certo

Cavaleiro aprovou atuação de Rufus nas eliminatórias de saltos nos Jogos Olímpicos de Pequim

EFE

18 de agosto de 2008 | 21h41

O brasileiro Rodrigo Pessoa aprovou a atuação de seu cavalo Rufus hoje nas eliminatórias dos saltos nos Jogos Olímpicos de Pequim e disse que manter o planejamento adotado está dando certo.     Rodrigo Pessoa disse também que a falta cometida hoje pode até ajudar na decisão.   "O Rufus está no auge da sua forma. O importante era saltar hoje sem muita pressão. O fato do Rufus ter cometido esta falta pode até ter sido bom, porque dessa maneira, ele entrará na final mais esperto. Agora é manter tranqüilidade e seguir o planejamento, que está dando certo", declarou Rodrigo.   O cavaleiro Bernardo Alves também comemorou a classificação, mas viu limitações na sua apresentação e na de seu cavalo, Chupa Chup. "Ele não consegue saltar sobre o rio sem cometer faltas. Ele tem essa dificuldade", disse o cavaleiro.   No entanto, afirmou que está na briga pelo pódio e que Chupa Chup, apesar das dificuldades, tem melhorado nas apresentações.   "Como todo mundo entrará na pista zerado, todos estão no páreo. Se o meu cavalo estiver em um bom dia, tudo pode acontecer. O Chupa Chup saltou melhor hoje do que ontem. Ele nunca havia feito uma prova tão difícil, acho que fizemos a nossa melhor prova", completou o cavaleiro, que disse que "fará o melhor" para ganhar o ouro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.