Pivô Yao Ming quebra o pé e pode desfalcar China na Olimpíada

O pivô chinês Yao Ming será operado oquanto antes possível após ter sofrido uma fratura no péesquerdo durante partida do Houston Rockets em jogo da NBA,disseram dirigentes do basquete chinês nesta quarta-feira. Yao, que tem média de 22 pontos e 10,8 rebotes por jogopelo Houston nesta temporada, ficará três ou quatro meses longedas quadras enquanto se recupera da fratura, informou o timenorte-americano na noite de terça-feira, após a fratura. A contusão deixará Yao de fora do restante da temporada daNBA e ameaça a participação do pivô nos Jogos Olímpicos dePequim, em agosto. As esperanças de medalha da China nobasquete masculino dependem em grande parte da presença dojogador. "A decisão preliminar tomada para Yao é que ele sejasubmetido a uma cirurgia, após uma avaliação completa dosmédicos, da equipe e do próprio Yao", disse a AssociaçãoChinesa de Basquete em comunicado, publicado pelo portal denotícias Sina.com. "O tempo de recuperação de Yao será determinado pelacirurgia", disse a associação. O técnico da seleção chinesa, Bai Xilin, disse que acirurgia de Yao e a subsequente recuperação acontecerão nosEstados Unidos. O vice-presidente da associação chinesa, Hu Jia, disse quea China já tem um plano de contingência, caso tenha quedisputar os Jogos sem seu principal jogador. "Dois anos atrás, nós planejamos duas táticas, incluindouma com Yao e outra sem ele. Agora vamos focar mais nas táticase treinamentos sem Yao", disse Hu. (Reportagem de Ian Ransom)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.