Poliana vai a Hong Kong para brigar por título da Copa do Mundo

Bronze na Olimpíada do Rio pode ter mais uma conquista importante neste ano

Estadão Conteúdo

12 Outubro 2016 | 17h26

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio, Poliana Okimoto ainda pode garantir um título importante na temporada. A brasileira é a segunda colocada do circuito da Copa do Mundo de Maratonas Aquáticas e precisa chegar quatro posições à frente da campeã olímpica Rachele Bruni na última prova da temporada, sexta-feira, em Hong Kong, para ficar com o título.

O planejamento de Poliana para 2016 não envolvia a disputa por esse título, uma vez que duas etapas da Copa do Mundo aconteceram de forma concomitante à Olimpíada, que não valia pontos. Mas a brasileira, que terá ido a quatro de seis etapas, chega à última delas com 58 pontos, contra 66 de Bruni. A veterana Angela Maurer, alemã, tem 49, apesar de ter disputado uma etapa a mais.

Ana Marcela Cunha, e Allan do Carmo também nadam em Hong Kong, na prova mais tradicional do circuito, mas não brigam pelo título geral porque não terão disputado o mínimo de cinco etapas. Allan vem de um bronze em Chun'an, na China, no domingo passado.

Para Poliana, interessa qualquer resultado dentro do Top 5, desde que Bruni fique quatro ou mais posições abaixo. O circuito paga 30 mil dólares para os vencedores. Quem ficar em segundo leva US$ 20 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.