Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Polícia contém manifestantes que invadiram pista da maratona feminina

Invasões aconteceram na Avenida Presidente Vargas e no Sambódromo

Luciana Nunes Leal, Estadão Conteúdo

14 Agosto 2016 | 13h37

Um manifestante invadiu a pista da Avenida Presidente Vargas fechada para a maratona feminina na Olimpíada do Rio, neste domingo, durante a passagem das primeiras colocadas, na altura do prédio dos Correios, no último quilômetro da prova. Ele levava um cartaz, mas não foi possível ver o que tinha escrito.

Para evitar que alcançasse alguma atleta, agentes da Polícia Rodoviária Federal, em motos, afastaram o invasor, que pulou de volta a grade de proteção e caiu de costas no chão. Na chegada da corrida, já no sambódromo, um policial da Força Nacional impediu que outro manifestante se aproximasse das atletas, depois de pular a grade da barreira. Ele também exibia um cartaz.

Ao longo do percurso, manifestantes do lado de fora da barreira exibiram cartazes com a inscrição "Fora, Temer". Na Avenida Presidente Vargas, um grupo exibia a faixa suspensa por balões de gás coloridos. Não houve repressão aos manifestantes que respeitaram os limites das barreiras.

 

Mais conteúdo sobre:
CorreiosForça Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.