Nathalia Garcia/Estadão
Nathalia Garcia/Estadão

Prazer em comer faz Bolt abrir um restaurante em Kingston

Estabelecimento faz sucesso entre moradores locais e turistas no almoço

Nathalia Garcia - Enviada especial a Kingston, O Estado de S. Paulo

11 de julho de 2016 | 07h00

"Quando não estou competindo na pista, estou desfrutando boa comida e ótima música, quero compartilhar esse meu lado com vocês". É com essa frase, retirada do cardápio do Usain Bolt's Tracks & Records, que o astro do atletismo dá as boas vindas aos visitantes em seu restaurante, em Kingston, na Jamaica.

Prato favorito de Bolt, "Jerk Pork" é o carro-chefe do estabelecimento aberto em 2011. A receita tem carne de porco, com um tempero especial da cozinha caribenha, acompanhada por batata doce e bolinho de farinha. Faz sucesso entre os visitantes. No almoço, jamaicanos e turistas compartilham o ambiente. No jantar, clientes locais são maioria.

As bebidas alcoólicas também dão toque especial ao cardápio. O ponche de rum leva o nome "Nine.58" em referência ao recorde mundial dos 100 metros rasos, obtido pelo velocista em 2009. Mas não é aconselhado beber na mesma velocidade, os efeitos podem ser devastadores. Há ainda o "Bolt Shot", drinque que mistura licores de banana, café e maçã, criado pelo próprio atleta olímpico.

A decoração ajuda na imersão ao mundo de Bolt. As reproduções das placas dos recordes mundiais dos 100 m e dos 200 m estão dispostas na entrada do restaurante. No andar superior, uma exposição de itens colecionáveis – uma camisa autografada, o par de sapatilhas usado por ele na temporada 2009 e alguns recortes de jornal – dão vida ao ambiente.

Mas não é só de atletismo que vive o local. Um telão e diversas televisões mostram eventos esportivos. Se você tiver sorte, pode encontrar Bolt bebendo cerveja e assistindo a um jogo de futebol com amigos.

*A repórter viajou a convite do Escritório de Turismo da Jamaica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.