Attila Kisbenedek/AFP
Attila Kisbenedek/AFP

Prefeitura de Budapeste aprova candidatura à Olimpíada de 2024

Hamburgo, Roma, Boston e Paris também têm interesse nos Jogos

EFE

23 de junho de 2015 | 08h27

O plenário da Prefeitura de Budapeste aprovou nesta terça-feira que a capital húngara se apresente como candidata a sediar os Jogos Olímpico de 2024, um projeto que agora tem que ser respaldado pelo governo e pelo parlamento do país.

Com 25 votos a favor e um contra, do partido ecologista LMP, os vereadores autorizaram o prefeito, István Tarlós, a apresentar a candidatura para o Comitê Olímpico da Hungria (MOB). A candidatura de Budapeste deverá ser agora aprovada pelo governo e pelo parlamento, onde espera-se que tenha também um amplo apoio.

Segundo um relatório encarregado pelo MOB, a organização dos Jogos Olímpicos teria um custo de 2,48 bilhões de euros e geraria ingressos de 3,5 bilhões. O presidente do MOB, Zsolt Borkai, disse nesta terça que o Comitê Olímpico Internacional "pôs fim às Olimpíadas gigantes" e que outras cidades poderão se unir à cidade anfitriã, por isso que "todo o país poderia organizar os Jogos".

Até o momento, Hamburgo (Alemanha), Roma (Itália) e Boston (EUA) anunciaram também o desejo de organizar os Jogos de 2024, e espera-se também a confirmação de Paris nesta terça. O prazo de apresentação oficial de candidaturas expira em 15 de setembro e o Comitê Olímpico Internacional anunciará no verão de 2017 qual cidade sediará os Jogos Olímpicos de 2024.

A capital húngara se apresentou para organizar os Jogos Olímpicos de 1960, mas sua candidatura recebeu apenas um voto a favor. Nos últimos anos, especulou-se sobre a possibilidade de tentar sediar os Jogos Olímpicos de 2016 e 2020, mas nunca chegou a ter um projeto formalizado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.