Denis Balibouse/Reuters
Denis Balibouse/Reuters

Presidente do COI admite 'tempos difíceis' no esporte mundial

Thomas Bach cita escândalos de doping e corrupção em artigo

Estadão Conteúdo

08 de dezembro de 2015 | 13h13

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, admitiu nesta terça-feira que o esporte mundial vive "tempos difíceis", em razão das recentes denúncias de doping e corrupção, principalmente no atletismo e no futebol, respectivamente. O dirigente, contudo, diz encarar a situação como "oportunidade" para mudanças.

"Sim, vivemos tempos difíceis no esporte. Mas, sim, também é uma oportunidade para renovar a confiança no poder do esporte em mudar o mundo para melhor", afirmou Bach, em artigo publicado nesta terça-feira para marcar um ano do lançamento da Agenda 2020, conjunto de medidas que visam tornar os Jogos Olímpicos mais transparentes e mais atraentes para as cidades interessadas em sediar o grande evento esportivo.

As declarações são uma resposta aos escândalos de corrupção que vêm manchando a imagem da Fifa neste ano e às seguidas denúncias de doping no atletismo, principalmente na Rússia, abalando a credibilidade da Associação das Federações Internacionais de Atletismo (IAAF).

Para Bach, que não cita os nomes das entidades envolvidas nos escândalos, as denúncias são "particularmente desanimadoras" porque "erodem a confiança no atleta honesto". "Para proteger os atletas honestos é necessário um ambiente no qual os esportistas podem atuar em segurança, livres das influências da corrupção."

O presidente do COI afirmou também que a boa governança é essencial para a organização dos esportes, com o objetivo de prevenir a corrupção, indicando o caso da Fifa. Em maio, sete dirigentes da entidade foram presos. Nos últimos dias, novos cartolas foram indiciados pela Justiça dos Estados Unidos e afastados do futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.