Reprodução
Reprodução

Primeiro caso de doping no Rio, nadadora chinesa pega 2 anos de suspensão

Chen Xinyi testou positivo para o diurético Hidroclorotiazida, considerado como um mascarante de substâncias dopantes

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2016 | 10h27

Primeiro caso de doping dos Jogos Olímpicos do Rio, a nadadora chinesa Chen Xinyi foi suspensa por dois anos pela Federação Internacional de Natação (Fina), que divulgou a sentença neste sábado. Ela já havia tido desclassificado o seu resultado no Rio-2016: o quarto lugar nos 100m borboleta.

De acordo com a Fina, Xinyi foi testada já durante a competição, em 8 de agosto, um dia depois de disputar a final dos 100m borboleta, sendo banida dos Jogos pela Corte Arbitral do Esporte (CAS), que julgou os casos de doping do Rio-2016. Assim, não pôde participar dos 50m livre, prova para a qual também estava inscrita.

Ela testou positivo para o diurético Hidroclorotiazida, considerado como um mascarante de substâncias dopantes. A jovem, de apenas 18 anos, era ré primária e, por isso, recebeu metade da pena máxima prevista para esse tipo de caso no Código Mundial Antidoping. Ela fica suspensa até 11 de agosto de 2018.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.