Michael Sputnik/AFP
Michael Sputnik/AFP

Putin homenageia medalhistas russos com carros da BMW

Presidente russo presenteou cada um dos 56 medalhistas do país com um automóvel

Estadão Conteúdo

25 de agosto de 2016 | 12h08

O presidente russo, Vladimir Putin, deu a cada medalhista olímpico do seu país uma BMW de presente nesta quinta-feira. A Rússia, que ficou com o quarto lugar no quadro geral dos Jogos do Rio, conquistou 56 medalhas, sendo 19 de ouro, 18 de prata e 19 bronzes. Vale lembrar que todo o atletismo do país ficou fora dos Jogos do Rio por causa do escândalo de doping sistemático envolvendo atletas do país e com apoio do próprio governo russo. 

Durante a cerimônia oficial, Putin declarou que os atletas mostraram "uma grande capacidade de lutar e confirmar o sólido lugar da Rússia no mundo do esporte". Os atletas foram contemplados com títulos honorários. Roman Vlasov, que ganhou ouro na luta olímpica, e Yana Egorian, que foi ao topo do pódio na esgrima, foram atribuídos com a Ordem de Honra. 

Já os outros campeões em judô, ginástica, esgrima e natação receberam a Ordem da Amizade. Os medalhistas de prata e bronze conquistaram a Ordem de Mérito da primeira e segunda categorias, entregue por Vitaly Mutko, ministro do Esporte russo.

"Na véspera da competição, um terço da equipe foi excluída. Os competidores não participaram de modalidades em que a Rússia é tradicionalmente favorita. No entanto, vocês ganharam", afirmou o presidente, relembrando que apenas 286 atletas russos viajaram para o Rio devido à punição que o país recebeu pelo escândalo de doping.

Além dos luxuosos carros BMW X6 com símbolos olímpicos, os atletas também receberam uma quantia em dinheiro, em valor que não foi divulgado. A comemoração pela participação nos Jogos do Rio terminou com champanhe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.