Quatro pessoas são presas na passagem da tocha pela Austrália

Ex-nadador Ian Thorpe é o último a carregar o artefato no percurso de 16 quilômetros pelas ruas de Camberra

23 de abril de 2008 | 22h16

Quatro pessoas foram detidas em Camberra, capital da Austrália, durante a passagem da tocha olímpica pelo país. Veja também: O trajeto completo do revezamento da tocha pelo mundo  Busca por ingressos olímpicos aumenta apesar de protestos Uma pessoa acabou detida por queimar a bandeira da China - anfitriã dos próximos Jogos, em Pequim -, enquanto as outras invadiram o cordão de segurança da polícia. A tocha percorreu 16 quilômetros pelas ruas de Camberra, e o último condutor foi o ex-nadador Ian Thorpe. As forças de segurança ainda tiveram de intervir quando grupos a favor e contra a China começaram a atirar objetos, entre eles garrafas de água mineral. Inclusive, o número de pessoas defendendo o anfitrião dos próximos Jogos era maior.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.