Lucy Nicholson / Reuters
Lucy Nicholson / Reuters

Rafael Pereira e Gabriel Constantino estão na semifinal dos 110m com barreiras em Tóquio

Eduardo Rodrigues não teve a mesma sorte e acabou eliminado dos Jogos Olímpicos

Redação, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2021 | 09h02

Os brasileiros Rafael Pereira e Gabriel Constantino garantiram vaga, nesta terça-feira, para a disputa da semifinal dos 110 metros com barreiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Eduardo Rodrigues não teve a mesma sorte e acabou eliminado.

Terceiro colocado na quarta bateria, com o tempo de 13s46, Rafael explicou sua tática na prova. "Resolvi fazer prova agressiva e não técnica. Me comporto bem nas duas alternativas. Eu precisava de uma prova agressiva porque tinha atletas com tempos mais fortes e uma temporada mais forte do que a minha. Gostei do tempo, não é ruim, mas para a semifinal preciso acertar alguns detalhes técnicos, pois tem que ser uma corrida agressiva e técnica. É acertar esses erros e correr bem."

Gabriel Constantino foi o quinto na primeira bateria, com 13s55. O atleta não escondeu a emoção. "Estou feliz. Hoje minha vitória foi ter entrado na pista e realizado a prova. Uma semana atrás eu tive um estiramento e todo departamento médico se mobilizou para que eu voltasse à pista, e eu voltei. Foi emocionante porque até ontem eu estava ‘entro ou não entro?’, aí me falaram que essa oportunidade é de quatro em quatro anos e você deve entrar mesmo que para participar, vá ser feliz. E estou feliz hoje. Entrei no estádio e abri um sorriso mesmo estando vazio. Em 2016 fiquei fora por três centésimos e hoje estou aqui como titular competindo."

O norte-americano Grant Holloway foi o mais rápido do dia, com 13s02, enquanto o jamaicano Ronald Levy vem na sequência com 13s17. Os quatro primeiros de cada uma das cinco baterias se classificaram direto para as semifinais, além dos outros quatro melhores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.