Rapaz tenta apagar tocha com balde d'água no MS e é preso

Homem fugiu rapidamente, mas foi detido em sua casa

Redação, O Estado de S. Paulo

27 de junho de 2016 | 10h49

Durante a passagem da tocha olímpica pela cidade de Maracaju, no Mato Grosso do Sul, a 160 quilômetros de Campo Grande, um cidadão foi detido após tentar apagar a chama com um balde d'água. Marcelino Proença, de 27 anos, foi preso em sua residência, a cerca de 100 metros de onde os fatos ocorreram.

Segundo o portal regional Midiamax, de acordo com a Polícia Militar de Maracaju, o rapaz se aproximou de onde acontecia o revezamento com um balde d'água e, à distância, tentou apagar a tocha olímpica enquanto o percurso seguia pela Rua Marechal Deodoro, no centro da cidade. A ação acabou molhando os condutores apenas, mas não chegou a atingir a chama olímpica.

Marcelino Proença fugiu rapidamente, mas testemunhas descreveram o suspeito para a polícia, que o localizou em frente à sua residência, que fica a cerca de 100 metros do local. O rapaz teria corrido rapidamente para dentro de casa, mas sua mãe acabou liberando a entrada dos militares para que eles efetuassem a prisão em flagrante por dano ao patrimônio cultural.

Na delegacia, Marcelino Proença confessou aos policiais ter sido o autor do crime e alegou que tudo fora apenas uma brincadeira. O delegado responsável pelo caso arbitrou uma fiança de R$ 1 mil a ser paga para que ele fosse liberado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.