Instagram / Rayssa Leal
Instagram / Rayssa Leal

Rayssa Leal posta foto com Tony Hawk nos Jogos Olímpicos de Tóquio: 'Um sonho'

Skatista de 13 anos encontra ícone da modalidade antes da estreia neste domingo; masculino inicia neste sábado

Redação, O Estado de S. Paulo

24 de julho de 2021 | 15h30

Modalidade estreante nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, o skate gera expectativa pelas competições em si, mas também pelo que acontece fora das pistas. Neste sábado, Rayssa Leal, a Fadinha, publicou uma foto ao lado do Tony Hawk, maior skatista de todos dos tempos, na pista do Ariake Urban Sports Park, em Tóquio. 

"Há 6 anos ele me apresentava pro mundo do skate compartilhando meu video vestida de fadinha, hoje me filmou nas olimpíadas. Isso tudo é muito incrível, estou vivendo um sonho", escreveu a skatista de 13 anos, a mais nova da delegação brasileira nos Jogos de Tóquio

O americano ainda publicou vídeo com os treinos da skatista e de outros membros da delegação brasileira. Vencedor de 12 campeonatos mundiais de vertical, dez edições dos "X Games" e mais três mundiais de Street Style, Hawk é um ícone da modalidade. Em entrevista exclusiva ao Estadão em 2019, ele afirmou que a "Olimpíada era a oportunidade que faltava para o skate alcançar uma audiência internacional gigantesca".

O skate fará a sua estreia olímpica neste sábado. A equipe masculina do Brasil vai ser a primeira a entrar em ação, às 21h (horário de Brasília) com Felipe Gustavo, Giovanni Viana e Kelvin Hoefler. O time feminino estreia domingo com Pâmela Rosa, a própria Rayssa e Letícia Bufoni.

A modalidade tem duas categorias. A street se caracteriza por simular a paisagem urbana, de rua mesmo. Os atletas fazem manobras num cenário que remete a bancos, escadas, corrimões e calçamentos. No ranking olímpico, Pâmela Rosa é a líder, seguida de Rayssa Leal. Entre os homens, o mais bem colocado é Kelvin Hoefler, quarto classificado no ranking mundial olímpico masculino.

Já a categoria park reúne outros elementos, como rampas de diversos tamanhos e raios, além de bowls (pistas com formato de piscina). O País vem dominando a modalidade nos últimos anos. Estados Unidos e Japão também são fortes candidatos na briga pela medalha de ouro.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.