Renzo Agresta cai na estreia e encerra dia do Brasil na esgrima

Brasileiro não foi páreo para o georgiano Sandro Bazadze

Estadão Conteúdo

10 de agosto de 2016 | 13h50

Grande esperança da esgrima brasileira na Olimpíada, Renzo Agresta decepcionou nesta quarta-feira e caiu logo na estreia do sabre. Número 22 do mundo, o atleta da casa até contou com o apoio da torcida no Rio, mas foi atropelado pelo georgiano Sandro Bazadze por 15 a 3 na Arena Carioca 3.

Renzo era a principal aposta do País na esgrima. Vindo de resultados expressivos, como títulos sul-americanos e pan-americanos, além da conquista nos Jogos Mundiais Militares da Geórgia, em 2015, o brasileiro ainda contava com a experiência de disputar sua quarta Olimpíada.

Mas talvez pela pressão por um bom resultado, não fez frente a Bazadze nesta quarta. Após o primeiro período, a vantagem georgiana já era imensa: 8 a 2. A ampla superioridade do número 19 do ranking seguiu no segundo período, ampliando a diferença para 15 a 3 e impedindo inclusive que o combate se estendesse.

Com a vitória, Bazadze se classificou para as oitavas de final do sabre, na qual terá tarefa duríssima pela frente. O georgiano enfrentará o número 2 do ranking, o sul-coreano Junghwan Kim.

A derrota fez Renzo se despedir da Olimpíada e encerrou a participação brasileira neste quinto dia de esgrima dos Jogos Olímpicos. Mais cedo, a Rússia havia sido a grande algoz do País, com as eliminações de Tais Rochel por Aida Shanayeva e Ana Beatriz Bulcão por Inna Deriglazova, ambas no florete.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Adicione o número (11) 99371-2832 aos seus contatos, mande um WhatsApp para nós e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio-2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.