Lee Jin-man| AP
Lee Jin-man| AP

Revezamento da natação dá aos EUA o milésimo ouro na história da Olimpíada

Marca foi alcançada pela equipe feminina no 4x100m medley

Marcio Dolzan e Paulo Favero, enviado especial ao Rio, Estadão Conteúdo

13 Agosto 2016 | 23h14

O revezamento 4x100 metros medley feminino dos Estados Unidos entrou para a história ao conquistar a milésima medalha de ouro do país na história dos Jogos Olímpicos. A marca foi atingida neste sábado, no Estádio Aquático, quando a equipe feminina chegou à frente da Austrália, que ficou com a prata, e da Dinamarca, que levou o bronze no Rio-2016.

Kathleen Baker abriu o revezamento com o nado costas. Virou os primeiros 50 metros na frente, mas perdeu fôlego e entregou para Lilly King na quarta posição. No nado peito, ela assumiu logo a ponta e chegou na metade da prova deixando Dana Vollmer na segunda posição, atrás da Rússia.

A nadadora dos Estados Unidos puxou o ritmo, fez sua virada em primeiro, no nado borboleta, e deixou Simone Manuel em boas condições para os 100m finais, mas com uma pequena diferença para a Dinamarca. Só que a primeira atleta negra a ganhar um ouro olímpico na natação aumentou o ritmo e fechou na frente, com um tempo total de 3min53s13.

A Austrália garantiu a prata ao marcar 3min55s00, sendo apenas 0s01 mais rápido do que a equipe da Dinamarca. O Brasil foi eliminado ainda nas eliminatórias, na última sexta-feira, quando fez apenas a 13ª melhor marca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.