Marcio Dolzan/Estadão
Marcio Dolzan/Estadão

Organização perde chave de cadeado e portão do Engenhão é aberto com ajuda dos bombeiros

Alicate precisou ser utilizado para que público pudesse entrar no estádio

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

03 de agosto de 2016 | 12h48

A falta de uma chave para abrir o cadeado do portão da área Leste do Engenhão impediu o acesso de centenas de pessoas que haviam comprado bilhete para aquele setor para a primeira partida dos Jogos Olímpicos do Rio. Elas foram orientadas a circundar o estádio e procurar o acesso Oeste.

O problema foi resolvido apenas às 12h20 desta quarta-feira, quando bombeiros chegaram para romper o cadeado com uma tesoura. Minutos antes, funcionários do Rio-2016 negaram que o incidente fosse aquele e apenas informaram se tratar de um "problema operacional".

Alguns torcedores que chegaram para a primeira partida dos Jogos do Rio-2016, entre as seleções de futebol feminino de Suécia e África do Sul, demonstraram contrariedade com a situação. O movimento na região do estádio agora é tranquilo.

Após esse jogo, será a vez da seleção brasileira entrar em campo pela primeira vez. Às 16 horas, a equipe liderada por Marta e dirigida por Vadão vai encarar a China no Engenhão, o estádio olímpico dos Jogos do Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.