Divulgação
Divulgação

Bilhete para transporte público nos Jogos do Rio sairá R$ 25 por dia

Cobrança contraria promessa no dossiê de candidatura, que citava apoio ao 'transporte público gratuito' para os torcedores

MARCIO DOLZAN, O Estado de S. Paulo

05 de janeiro de 2016 | 16h48

A prefeitura do Rio anunciou o lançamento do Cartão de Transporte Olímpico, que servirá para a utilização integrada do transporte municipal durante a Olimpíada. O bilhete mais barato custará R$ 25 - o equivalente ao custo de seis passagens e meia de ônibus na capital fluminense - e será válido por um dia. A cobrança contraria promessa estabelecida no dossiê de candidatura do Rio, que citava apoio ao "transporte público gratuito para as pessoas credenciadas e espectadores com ingresso".

O cartão poderá ser usado entre 1.º e 28 de agosto. Ele dará acesso ilimitado de viagens e será aceito nos ônibus municipais, metrô, vans credenciadas, trens, Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e barcas, além dos teleféricos dos morros do Alemão e da Providência.

Além do passaporte para um dia, ao custo de R$ 25, haverá a opção de cartão para três dias (R$ 70) e para uma semana (R$ 160). O bilhete será vendido tanto para os turistas - são esperados 450 mil - quanto para os cariocas. O transporte público será o único meio de acesso às instalações olímpicas.

A prefeitura também anunciou que haverá 260 km de faixas prioritárias nas vias da cidade. As faixas serão divididas por três tipos de prioridade. Nas dedicadas (164 km), somente os veículos olímpicos poderão passar. Nas prioritárias (60 Km), os carros da família olímpica vão dividir a pista com ônibus e táxis. Já nas faixas compartilhadas (36 Km), os veículos de passeio também poderão circular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.