Diego Azubel/EFE
Diego Azubel/EFE

Rival de Thiago Braz recua após comparar torcida brasileira à Alemanha nazista

Francês afirma que comparação veio em momento de irritação

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2016 | 09h21

Depois de comparar o comportamento da torcida brasileira no Engenhão ao que os alemães fizeram com Jesse Owens nos Jogos de 1936, em Berlim, o francês Renaud Lavillenie, rival derrotado de Thiago Braz na disputa pelo ouro no salto com vara, o dono da medalha de prata recuou.

Na entrevista coletiva após a disputa da medalha nos Jogos do Rio, ele afirmou que foi um equívoco a referência ao nazismo, mas manteve a crítica à torcida. "Acho que cometi um erro. Foram minhas primeiras palavras e não queria comparar a isso. Foi só um sentimento que eu tive. Na minha vida toda eu nunca tive um sentimento como esse. Foi provavelmente porque estava muito irritado", disse Lavillenie.

Logo após a derrota, que foi causada, na visão do francês pelas vaias do público, ele fez referência à Alemanha nazista. Em Berlim-1936, o atleta negro Jesse Owens foi duramente vaiado pelo público alemão.

"Não houve fair play por parte do público. Isso é para futebol, não para o atletismo. Em 1936, o público estava contra Jesse Owens. Não víamos isso desde então. Para a Olimpíada, não é uma boa imagem. Não fiz nada para os brasileiros", declarou após a derrota.

O locutor do estádio chegou a pedir que a torcida parasse com as vaias, mas o silêncio não era respeitado. Thiago Braz saltou 6,03 metros e conquistou a primeira medalha do atletismo brasileiro nos Jogos do Rio.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.