Rival do Brasil, China muda técnico de seleção olímpica

A seleção chinesa masculina de futebol, adversária do Brasil na primeira fase dos Jogos Olímpicos, anunciou nesta quinta-feira a troca de seu treinador. A três semanas do início do torneio, a equipe demitiu o sérvio Ratomir Dujkovic, que será substituído por Yin Tiesheng.Dujkovic era técnico da seleção desde 2006 e, segundo a federação chinesa, continuará trabalhando pela equipe, mas em outro cargo. "O trabalho dele mudou e agora ele não está mais encarregado dos jogos e treinos. Dujkovic irá analisar os adversários e dar consultoria ao treinador", explicou a assessoria da federação chinesa.O sérvio, ex-goleiro do Estrela Vermelha, de Belgrado, foi o treinador que levou a seleção de Gana às oitavas-de-final da Copa do Mundo de 2006. Depois de passar por Estados Unidos e República Checa na primeira fase, a equipe africana foi eliminada pelo Brasil, por 3 a 0.A China está no Grupo C do torneio olímpico de futebol, ao lado de Brasil, Nova Zelândia e Bélgica. Os dois primeiros de cada chave passam às quartas-de-final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.