Divulgação
Divulgação

Robson Conceição é o 1º boxeador brasileiro garantido na Rio-2016

CBBoxe recebeu a confirmação da vaga da Federação Internacional

DEMÉTRIO VECCHIOLI, Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2015 | 16h25

Como três vagas nos Jogos Olímpicos de 2016 estavam em jogo por categoria no Mundial Masculino de Boxe de outubro, Robson Conceição teve que disputar uma luta extra mesmo após perder na semifinal e garantir a medalha de bronze no torneio. O brasileiro foi derrotado naquele combate, mas vai ao Rio da mesma forma.

Nesta terça-feira, a Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) revelou que recebeu a confirmação de Federação Internacional (Aiba) de que Robson está oficialmente classificado para os Jogos do Rio entre os pesos leve, para atletas de até 60kg.

Pelo complexo sistema de classificação para o Rio-2016 no boxe, os atletas podem obter vaga via Mundial, ranking mundial, Pré-Olímpico, torneios regionais, ou pelo ranking das duas ligas profissionais da Aiba.

Albert Selimov, do Azerbaijão, algoz de Robson na semifinal do Mundial de Doha (Catar), e Lázaro Álvarez, de Cuba, tricampeão mundial, teriam direito a vagas pelo ranking da World Series Boxing (WSB). Um dos dois - a CBBoxe diz não saber quem - optou pela WSB e abriu espaço para o quarto colocado do Mundial, beneficiando o brasileiro.

A classificação antecipada de Robson é importante porque o Brasil não vai precisar "queimar" um convite para o Rio-2016. O País, como sede, tem direito a cinco convites no masculino e precisa indicar as categorias e os nomes escolhidos antes do Pré-Olímpico Continental, que vai acontecer em março.

Como esses convites não podem ser usados nas duas categorias mais pesadas (até 91kg e +91kg), a CBBoxe tem sete categorias para escolher nas quais usufruirá dos cinco convites: 49kg, 52kg, 56kg, 64kg, 69kg, 75kg e 81kg. Nas duas que sobrarem, mais as duas mais pesadas, os brasileiros terão que buscar a classificação pelo Pré-Olímpico, onde três vagas estarão em jogo por subdivisão de peso.

A comissão técnica ainda não definiu se vai usar os convites com os atletas que têm mais chance de brigar por medalha no Rio-2016 (como Patrick Lourenço e Robenilson Jesus), ou se vai confiar que eles podem obter a classificação pelo Pré-Olímpico e destinar os convites a atletas que teriam mais dificuldade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.