Rodrigo Pessoa perde bronze no desempate do hipismo e fica em 5o

Campeão olímpico em Atenas há quatroanos, o cavaleiro Rodrigo Pessoa não conseguiu voltar ao pódionos Jogos de Pequim, ao ser derrotado num desempate pelamedalha de bronze da prova individual de saltos, nestaquinta-feira. Pessoa, montando Rufus, ficou distante da briga pelobicampeonato logo em sua primeira passagem na final, ao cometeruma falta de posteriores. O brasileiro avançou para a passagemdecisiva empatado com outros 11 concorrentes com 4 pontos depenalidade, mas atrás de outros 10 competidores que passaramsem faltas. Na segunda passagem, Pessoa zerou o circuito e passou adepender de erros dos adversários que viriam a seguir para terchances de conquistar uma medalha. Como apenas dois cavaleirosforam perfeitos em ambas as passagens, Rodrigo teve aoportunidade de disputar o bronze no desempate com outros seisadversários. Apesar de ter zerado a pista reduzida, o brasileiro foibatido no tempo por dois conjuntos, terminando na quintaposição. O bronze ficou com a norte-americana Bezzie Madden,montando Authentic. A medalha de ouro também foi decidida no desempate, econsagrou o canadense Eric Lamaze (Hickstead) como novo campeãoolímpico, batendo o sueco Rolf-Goran Bengtsson (Ninja). A amazona Camila Mazza -- que herdou uma vaga na final apósa exclusão por doping de quatro conjuntos, incluindo obrasileiro Bernando Alves (Chupa Chup 2) -- foi a segundarepresentante do país na decisão e terminou em 10o lugar. Camila Mazza, que com 27 pontos de penalidade após as trêsprovas de classificação era reserva para a final, vibrou muitocom Bonito Z após ter zerado na primeira passagem, mas acaboucometendo duas faltas na segunda apresentação e perdeu qualquerpossibilidade de pódio. (Texto de Pedro Fonseca; Edição de Tatiana Ramil)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.