Rússia anuncia equipe olímpica, a terceira maior de Pequim

País tem como objetivo ficar entre os três primeiros no quadro de medalhas, conquistando de 35 a 40 ouros

EFE

28 de julho de 2008 | 11h12

A Rússia anunciou nesta segunda-feira a delegação de sua equipe para os Jogos Olímpicos. A Rússia levará a Pequim 467 atletas, o terceiro maior contingente depois do chinês e do americano.  "A temporada pré-olímpica mostra que a Rússia é um dos líderes do esporte mundial", disse Vladimir Vasin, vice-presidente do comitê olímpico russo e chefe da delegação que viaja para Pequim.  Vasin adiantou que o comitê olímpico russo tem como objetivo ficar entre os três primeiros no quadro de medalhas em Pequim e que os atletas do país deverão conquistar o maior número de medalhas na última semana de competição.  O chefe da delegação destaca que seus atletas deverão conquistar medalhas em vários esportes, ao contrário de chineses e americanos, cuja hegemonia é concentrada em poucas modalidades.  A Rússia foi ultrapassada pela China em 2004 e caiu para o terceiro posto nos Jogos Olímpicos de Atenas ao conseguir mais medalhas no total, mas cinco ouros a menos que os asiáticos.  Desta vez, os russos confiam em obter entre 80 e 90 medalhas em Pequim, incluindo entre 35 e 40 de ouro.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.