Rússia é ouro na ginástica rítmica e China surpreende com prata

A Rússia ganhou seu terceiro títuloolímpico consecutivo na ginástica rítmica por equipes, com duasrotinas dinâmicas e de intrincada coreografia no domingo. Sua exibição perfeita de agilidade e destreza recebeu35.550 pontos, 0.325 a mais que a surpreendente China, medalhade prata. A Belarus ficou com o bronze. "Nós estamos simplesmente tomadas pela emoção", disse ElenaPosevina, que também fez parte da equipe campeã de 2004. "Foi muito treinamento, uma longa estrada. Ainda temos decompreender totalmente a importância deste ouro." Como sempre se espera que as russas, campeãs mundiais,ganhem, o verdadeiro choque foi a apresentação de classe daChina para ficar com a prata -- também a primeira equipe nãoasiática a ganhar uma medalha nessa modalidade. "A prata foi inesperada. O que significa que todos osnossos esforços valeram a pena", disse a chinesa Zhang Shuo."Este é o mais glorioso dia da ginástica rítmica da China." A Rússia já liderava depois da primeira rotina, com cordas,ao som da batida da música "Kalinka", com 17.750. Depois, foramsomados mais 17.800 -- a mais alta pontuação do dia --, pormais uma apresentação inovadora com argolas e maças. A vitória por equipes ressaltou o domínio russo namodalidade, somando-se ao ouro de Evgeniya Kanaeva no geralindividual no sábado. A China, que vinha de um nono lugar no Mundial, derrotouItália e Bulgária, que foram prata e bronze em Atenas-2004, eque desta vez ficaram em quarto e quinto lugares,respectivamente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.