Schalke ameaça levar caso de Rafinha a Corte Arbitral

O Schalke 04, clube do brasileiro Rafinha, afirmou nesta terça-feira que pode levar o caso do lateral-direito à Corte Arbitral do Esporte (CAS). O atleta, que não recebeu liberação para ir à Olimpíada, faltou aos treinos da equipe alemã, na segunda-feira, para juntar-se à seleção brasileira."Escrevemos para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e para o Comitê Olímpico Internacional (COI) pedindo que Rafinha não dispute a Olimpíada", disse nesta terça Andreas Müller, diretor do clube."Se a CBF não aceitar nosso pedido, então iremos à Corte Arbitral do Esporte", acrescentou o dirigente, referindo-se ao tribunal máximo do esporte mundial.A Federação Alemã (DFB) manifestou-se a favor do Schalke na disputa. "Temos a opinião de que os clubes não são obrigados a ceder jogadores, já que o torneio olímpico não está no calendário internacional da Fifa, e não há uma regra oficial sobre a liberação de jogadores", disse a entidade em nota oficial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.