ADEK BERRY / AFP
ADEK BERRY / AFP

Seleção feminina de tênis de mesa perde para Hong Kong e está fora da Olimpíada

Equipe brasileira é derrotada por 3 a 1 nas oitavas de final e dá adeus a Tóquio

Redação, Estadão Conteúdo

01 de agosto de 2021 | 02h32

A seleção feminina de tênis de mesa do Brasil estreou na disputa por equipes dos Jogos Olímpicos de Tóquio no início da madrugada deste domingo, horário de Brasília (tarde no Japão), e não conseguiu avançar de fase. A eliminação das brasileiras veio após derrota por 3 a 1 para Hong Kong, no Ginásio Metropolitano de Tóquio, em jogo válido pelas oitavas de final.

Apesar da derrota, o resultado foi valorizado pelas atletas. Carol Kumahara, que não participou das competições individuais nos dias anteriores, jogou pela a primeira vez na Olimpíada e foi a única brasileira a vencer um duelo no desafio contra a equipe asiática. Para ela, o mais importante foi constatar que o Brasil jogou no mesmo nível que as adversárias.

"Estou muito feliz, consegui jogar muito bem. Foi uma longa espera aqui, não é fácil o primeiro jogo e ter jogado nesse nível foi muito bom. No Pan também foi assim, o que me deu confiança. Foi desafiador, a exigência de nível era muito alta. Conseguimos enfrentá-las de igual para igual e isso mostra a nossa evolução", analisou Kumahara.

A disputa começou com um duelo de duplas. As representantes do Brasil, Jessica Yamada e Kumahara até deram trabalho para Wai Yam Minnie Soo e Ho Ching Lee, mas perderam por 3 sets a 0. Na sequência, o placar foi repetido por Hong Kong no primeiro duelo individual, entre Bruna Takahashi e Hoi Kem Doo.

Com o 2 a 0 no placar geral após a vitória nas duas primeiras partidas, a equipe asiática precisava vencer mais uma para garantir a classificação, mas Carol Kumahara adiou a eliminação brasileira. Em um jogo duro contra Ho Ching Lee, ela começou vencendo por 2 a 0 e deixou a adversária empatar, mas garantiu o triunfo por 3 a 2 ao vencer o último set.

A missão de buscar o empate caiu nas mãos de Jessica Yamada, que ficou encarregada de enfrentar Kem Hoi Doo. A brasileira foi derrotada no primeiro set e venceu o segundo para deixar tudo igual, mas perdeu de novo nos dois seguintes e não conseguiu evitar o adeus da equipe do Brasil.

O tênis de mesa chegou a despertar esperança de medalha brasileira na disputa individual, já que Hugo Calderano fez uma campanha muito sólida até cair nas quartas de final para o alemão Dimitrij Ovtcharov. Gustavo Tsuboi foi eliminado nas oitavas, enquanto Jessica Yamada e Bruna Takahashi caíram durante as fases eliminatórias. Resta ainda a disputa por equipes masculina, na qual o Brasil enfrenta a Sérvia.

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada 2020 Tóquiotênis de mesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.