Sem astros dos EUA, beisebol ficará de fora dos Jogos, diz COI

Esporte não voltará aos Jogos enquanto atletas da liga profissional dos EUA não forem autorizados a participar

STEVE KEATING, REUTERS

23 de agosto de 2008 | 09h28

O presidente do Comitê OlímpicoInternacional (COI), Jacques Rogge, afirmou no dia da despedidado beisebol das Olimpíadas, neste sábado, que o esporte nãovoltará aos Jogos enquanto os atletas da liga profissional dosEstados Unidos (MLB) não forem autorizados a participar. "Nós temos Federer e Nadal no tênis, LeBron James nobasquete. Nós temos os melhores ciclistas. Ronaldinho está aquino futebol", disse Rogge ao site MLB.com. "Nós queremos essesjogadores (da MLB) aqui nos Jogos." "Não estamos dizendo que precisa ser um time inteiro daMajor League, mas nós queremos os principais atletas aqui naOlimpíada." Rogge passou rapidamente no estádio Wukesong para assistirà vitória dos EUA sobre o Japão por 8 a 4 na disputa da medalhade bronze, e indicou que o Comitê Olímpico Internacional estádisposto a manter a linha dura com o esporte sobre aproblemática liberação de atletas para a Olimpíada. A MLB rejeitou todas as propostas ligadas à participação deseus jogadores nos Jogos, enquanto o COI já deixou claro quequer os melhores do mundo no campo para que o esporte tenhachances de voltar ao programa olímpico nos Jogos de 2016.Beisebol e softbol foram cortados da Olimpíada de Londres-2012em 2005, mas os esportes poderão voltar para os Jogos seguintesnuma disputa com outros cinco candidatos -- golfe, squash,rúgbi, caratê e patinação. Entre as diversas propostas, inclui-se o plano de estendere modificar o período das férias dos astros da MLB e realizarum torneio olímpico mais curto. Outra idéia seria trazer asestrelas apenas para a disputa das medalhas. Mas o gerente da equipe dos EUA, Davey Johnson, que foicampeão da MLB como jogador e técnico, acredita que as estrelasnunca serão vistas nos Jogos Olímpicos. "Será difícil porque o beisebol nos Estados Unidos é umgrande negócio. A menos que encontrem duas semanas de parada,não vejo chance de os melhores jogadores virem. Eu adoraria veros grandes jogadores da liga na Olimpíada, mas não vejo issoacontecer no futuro."

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPBEISEBOLMLSROGGE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.