Gilbert Bellamy/Reuters
Gilbert Bellamy/Reuters

Sem Bolt, Blake vence 200 m e faz dobradinha em seletiva jamaicana

Ganhador da prova é seguido por Nickel Ashmeade e Julian Forte

Nathalia Garcia, enviada especial a Kingston, O Estado de S. Paulo

03 de julho de 2016 | 23h20

O jamaicano Yohan Blake aproveitou a ausência de Usain Bolt para fazer dobradinha na seletiva de atletismo no Estádio Nacional, em Kingston. Com o tempo 20s29, ele foi o mais rápido na final dos 200 metros rasos neste domingo à noite e confirmou sua classificação para os Jogos Olímpicos do Rio. Com o segundo lugar, Nickel Ashmeade também garantiu a vaga olímpica.

Terceiro colocado na seletiva dos 200 metros, Julian Forte tem uma situação mais delicada. Ele pode perder o lugar para Bolt e ficar fora da Olimpíada. "É claro que quero ir para o Brasil representar meu país, mas a decisão não cabe a mim, não é meu trabalho. Eu ficaria chateado (se perder seu lugar para o lugar para o homem mais rápido do mundo), é para isso que estou treinando", afirmou Forte.

Bolt abandonou a competição antes da final dos 100 metros, na sexta-feira, após ter uma lesão na coxa esquerda diagnosticada. A decisão de quem vai ocupar a terceira vaga dos 100 m e dos 200 m ficará a cargo da Associação Jamaicana de Atletismo (JAAA) em uma reunião na próxima quinta-feira. Nesta temporada, o jamaicano ainda não havia competido nos 200 metros. A expectativa é a de que prove que está recuperado na etapa de Londres da Diamond League, no dia 22 de julho.

Medalha de prata nos Jogos de Londres, Blake havia vencido a sua bateria na semifinal e se classificado com o segundo melhor tempo geral (20s29), atrás apenas de Julian Forte (20s21). Na final, ele repetiu a atuação e se deu melhor que os oponentes. Nickel Ashmead, também garantido nos 100 metros, avançou da preliminar com 20s48. Na prova decisiva, baixou o tempo para 20s45. Já Warren Weir - bronze em Londres-2012 - terminou em quarto lugar e deu adeus ao sonho de disputar os 200 metros na Olimpíada.

No feminino, as fortes concorrentes Elaine Thompson e Shelly-Ann Fraser-Pryce desfalcaram a final dos 200 metros. A vitória ficou com Simone Facey depois de cravar 22s65, seguida de Veronica Campbell-Brown (22s80). Aos 33 anos, a veterana disputará a Olimpíada pela quinta vez na carreira. Em terceiro, veio Kali Davis-White (22s94). A ideia de Bolt usar o atestado médico para ter a chance de ir ao Rio pode ser seguida pelas jamaicanas.

* A repórter viaja a convite do Escritório de Turismo da Jamaica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.