Lucy Nicholson/Reuters
Lucy Nicholson/Reuters

Shelly-Ann Fraser-Pryce domina 100m e vai às semis; Rosângela Santos também passa

Geisa Arcanjo vai para a final do arremesso de peso e fica em 9º

Gonçalo Junior e Nathalia Garcia, enviados especiais ao Rio, Estadão Conteúdo

13 Agosto 2016 | 00h16

Em busca do tricampeonato olímpico, a jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce mostrou que não vai facilitar para as adversárias e se classificou para as semifinais dos 100 metros nos Jogos Olímpicos do Rio com o melhor tempo da fase preliminar: 10s96. Foi a única a correr abaixo dos 11 segundos nesta sexta-feira, no estádio Olímpico, o Engenhão. Michelle-Lee Ahye, de Trinidad & Tobago, conseguiu a vaga com 11s cravados, logo atrás da estrela.

Entre as brasileiras, Rosângela Santos se classificou em segundo lugar em sua bateria com 11s25 e vai para a semifinal. No geral, anotou o 14.º melhor tempo. Em uma bateria forte, Franciela Krasucki foi eliminada com 11s67, apenas em 47.º lugar nos Jogos Olímpicos.

Finalista no arremesso de peso, a brasileira Geisa Arcanjo encerrou a sua participação nos Jogos Olímpicos em 9.º lugar. Com 18,16 metros em sua terceira tentativa, não alcançou o objetivo de terminar entre as oito melhores. Na classificatória, pela manhã, a atleta teve o seu melhor desempenho da temporada (18,27 metros).

A neozelandesa Valerie Adams - bicampeã olímpica em Pequim-2008 e Londres-2012 - liderou toda a prova, mas perdeu o título no sexto e último arremesso da adversária. A norte-americana Michelle Carter buscou 20,63 metros, contra 20,42 metros da favorita, e conquistou o ouro. Valerie tentou retomar a liderança, mas acabou com a prata. Com 19,87 metros, a húngara Anita Márton completou o pódio.

Mais duas provas do heptatlo foram disputadas na sessão noturna do atletismo. No arremesso de peso, a brasileira Vanessa Chefer alcançou 13,06 metros e ficou em 21.º lugar. A belga Nafissatou Thiam, que havia quebrado o recorde mundial do salto em altura no heptatlo, foi a melhor colocada na prova com 14s91.

Depois de três provas amargas, a atleta da casa teve um desempenho melhor nos 200 metros e foi bastante aplaudida pelo público ao cruzar a linha de chegada de sua bateria na frente das adversárias. O tempo 24s11 deixou a brasileira na 7.ª posição. A britânica Katarina Johnson-Thompson foi a mais rápida (23s26) no geral.

A líder é Jessica Ennis-Hill, da Grã-Bretanha, a três provas da definição. A atual campeã olímpica possui 4.057 pontos, seguida pela belga (3.985) na classificação geral. Vanessa Chefer está em 27.º lugar com 3.476. Neste sábado, as atletas disputam salto em distância, lançamento de dardo e 800 metros.

O único representante brasileiro nos 400 metros nos Jogos Olímpicos decepcionou. Último de sua bateria, Hederson Estefani registrou 46s68 no cronômetro e terminou em 41.º lugar no quadro geral. Para efeito de comparação, Kirani James (Granada) foi o primeiro colocado, com o tempo de 44s93.

 

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.