AP Photo/Martin Meissner
AP Photo/Martin Meissner

Sob olhar de Michael Johnson, sul-africano quebra recorde mundial dos 400m

Wayde van Niekerk bateu a marca feita em 1999 de 43s18

Estadão Conteúdo

14 de agosto de 2016 | 22h54

O sul-africano Wayde van Niekerk deixou para trás os últimos campeões olímpicos dos 400 metros, neste domingo, no Engenhão, e venceu a prova com direito a recorde mundial. Ele completou a prova em 43s03, derrubando a marca de 43s18, estabelecida pelo norte-americano Michael Johnson em 1999.

Curiosamente, o ex-corredor estava presente no Engenhão, acompanhando as provas de atletismo como comentarista de TV. Sob os seus olhares, Van Niekerk mostrou por que é o atual campeão mundial da prova, derrubando uma marca que já durava 17 anos. Johnson registrava o recorde anterior no Mundial de Sevilla, em 99.

O sul-africano dominou a prova neste domingo desde o início. Somente no trecho final foi ameaçado pelo norte-americano LaShawn Merritt e por Kirani James, de Granada, que não conseguiram alcançar o novo recordista.

Os dois foram os últimos campeões olímpicos na distância. James vencera em Londres-2012, enquanto Merritt foi o melhor em Pequim-2008. O atleta de Granada conquistou a prata, com o tempo de 43s76, e Merritt teve que se contentar com a medalha de bronze, ao anotar 43s85.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.