Phil Noble|Reuters
Phil Noble|Reuters

Suspenso, atletismo da Rússia tem nova atleta flagrada no doping

Nadezhda Kotlyarova é pega no antidoping em competição local

Estadão Conteúdo

20 de março de 2016 | 12h11

O atletismo da Rússia está proibido de participar de competições internacionais por conta dos seguidos casos de doping, mas parece não ter aprendido a lição. Semifinalista dos 400m no Mundial do ano passado, Nadezhda Kotlyarova foi flagrada em exame antidoping durante o Campeonato Russo Indoor, realizado no mês passado.

Kotlyarova testou positivo para Meldonium, mesma substância encontrada no organismo de dezenas de atletas russos dos mais variados esportes desde o início do ano. O doping dela foi noticiado neste domingo pela agência de notícias russa Tass, que citou o técnico da seleção de atletismo, Sergei Vorobyov. "Ela tomou a medicação prescrita pelo médico por pelo menos seis meses, mas já havia parado de tomar", alegou ele.

O Meldonium faz vítimas quase diárias no esporte russo. Nas últimas semanas, foram noticiados casos de doping de estrelas como a tenista Maria Sharapova e a nadadora Yuliya Efimova. Atletas de vôlei, rúgbi, biatlo, patinação em velocidade e patinação artística, entre outras modalidades, também já caíram no doping.

Agora o temor é pelo levantamento de peso. A Rússia já teve oito casos de doping durante o período de classificação para os Jogos do Rio e está a um do limite imposto pela Federação Internacional. Caso um nono caso seja notificado, o país perde o direito de participar da Olimpíada. A Bulgária já cumpre essa punição.

Em Londres-2012, a Rússia ganhou seis medalhas no levantamento de peso, quarta modalidade que mais rendeu medalhas ao país. A primeira foi a o atletismo, com 17. O país também foi bem na luta (11) e na ginástica (12).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.