Wander Roberto/COB
Wander Roberto/COB

Tandara destaca força do grupo na vitória do vôlei feminino sobre a Sérvia

Destaque da vitória contra a Sériva, a oposta disse "estamos mostrando como o nosso grupo é forte"

Redação, Estadão Conteúdo

31 de julho de 2021 | 11h40

No aniversário de 67 anos do treinador José Roberto Guimarães, a seleção brasileira feminina de vôlei venceu neste sábado a Sérvia por 3 sets a 1, na Ariake Arena, e manteve a invencibilidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020. Foram quatro jogos e quatro vitórias na competição.

No Grupo A, o Brasil aparece na liderança, com 11 pontos. A Sérvia está em segundo, com nove, a Coreia do Sul em terceiro, com cinco, e a República Dominicana em quarto, também com cinco, mas com um saldo de sets pior que as sul-coreanas.

Na partida deste sábado, destaque para a oposta Tandara, maior pontuadora entre as brasileiras, com 19 acertos. A ponteira Fernanda Garay também teve boa pontuação, com 17 pontos.

Tandara comentou sobre a atuação das brasileiras e destacou a importância do resultado. "Estamos mostrando como o nosso grupo é forte. Tenho que agradecer as jogadoras por todo o apoio que tenho recebido. A Olimpíada é um campeonato de tiro curto e precisamos de todas as 12 jogadoras. Treinei muito para esse momento e hoje joguei mais confiante. Agora é pensar nos próximos desafios", disse.

A levantadora Roberta, que substituiu a titular Macris (lesão no tornozelo direito), destacou o acolhimento do grupo brasileiro na vitória contra a Sérvia. "Saímos de um jogo contra o Japão de velocidade para uma partida totalmente diferente contra a Sérvia. Nos preparamos para essa partida e as meninas me acolheram por completo. Acredito que conseguimos nos encaixar. Foi um jogo de paciência. Sabíamos que a Boskovic ia rodar as bolas dela, mas também defendemos algumas bolas importantes e o time reagiu muito bem", explicou.

O Brasil encerrará a participação na primeira fase dos Jogos de Tóquio-2020 contra o Quênia, nesta segunda-feira, às 9h45 (de Brasília). O adversário africano é treinado pelo brasileiro Luizomar de Moura, técnico do Osasco. Na última edição da Olimpíada, no Rio de Janeiro, em 2016, a seleção ficou em quinto lugar. O País tem dois ouros e dois bronzes no vôlei feminino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.