Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Thiago Pereira e Henrique Rodrigues avançam nos 200m medley junto com Phelps

Prova é a mesma que Thiago conquistou a medalha de prata em Londres

Marcio Dolzan e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

10 de agosto de 2016 | 15h13

Os dois atletas brasileiros que disputam a prova dos 200 metros medley nos Jogos do Rio-2016 tiveram uma grande tarde nesta quarta-feira e avançaram para a semifinal da competição. Henrique Rodrigues fez o quarto melhor tempo, seguido por Thiago Pereira. Na mesma prova, o fenômeno Michael Phelps terminou com a terceira melhor marca. O norte-americano Ryan Lochte foi o mais rápido. Já no revezamento 4x200 feminino, a equipe brasileira registrou o 11º tempo geral e acabou eliminada.

A bateria de Thiago Pereira foi a última da série e, de longe, a mais emocionante. Thiago Pereira nadou ao lado de Phelps, e o brasileiro liderou as três primeiras pernas da prova. Nos últimos 50 metros, porém, foi ultrapassado pelo dono de 25 medalhas em Jogos Olímpicos. Thiago encerrou a disputa com o tempo de 1min58s63.

"Foi boa prova. Primeira caída na água, dá aquela ansiedade também. Nunca nadei com a casa tão cheia. Classifiquei para a semifinal, e agora o lance é descansar, focar nessa semifinal focando passo a passo, cada degrau, para chegar à final. Chegando na final, aí vou sonhar com a medalha", declarou Thiago.

Encerrada a disputa na piscina, ele conversou rapidamente com Phelps ainda na água. "Ele comentou sobre a arquibancada estar perto, barulho da torcida. Ele também vem sentindo isso a cada prova, o grande atleta que é, e falou que vamos estar juntos na semifinal, eu, ele e o Ryan. Mais uma Olimpíada junto."

Aos jornalistas, Phelps comemorou mais uma prova bem sucedida, mas também comentou sobre o cansaço. Afinal, ele entrara na piscina para a eliminatória dos 200 metros medley cerca de 14 horas após conquistar dois ouros. "Eu estou definitivamente um pouco fatigado", afirmou.

Henrique Rodrigues foi o mais rápido entre os brasileiros, cravando 1min58s56. "Era bem isso que eu estava imaginando, entrar mais ou menos com esse tempo. Nadei tranquilo, só encaixando detalhes", afirmou. "Está todo mundo equilibrado agora cedo. Alguns fizeram mais força, lógico, mas eu acho que à noite vai ser uma prova totalmente diferente. Melhora bastante o desempenho da gente porque estamos mais acordados."

Um dos maiores nomes da história da natação brasileira, Thiago Pereira conquistou a prata na prova dos 400 metros medley nos Jogos de Londres-2012, mas decidiu abrir mão da disputa nos Jogos do Rio - ele nem sequer tentou buscar o índice. O nadador preferiu focar nos 200 metros deste estilo.

FEMININO

No revezamento 4x200 metros livre feminino, a equipe brasileira - formada por Manuella Lyrio, Jessica Cavalheiro, Gabrielle Roncatto e Larissa Oliveira, todas estreantes em Jogos Olímpicos - fez o 11º tempo, com 7min55s68. Apesar de ficar de fora da final, o quarteto se mostrou satisfeito.

"A gente fica feliz. Claro que queríamos um pouco mais, estar na final, mas acho que serve de experiência para todo mundo, como aprendizagem para a próxima Olimpíada", disse Gabrielle. "Eu queria estar nessa final, mas é difícil juntar as quatro no mesmo dia muito, muito bem. Então, acho que foi positivo", afirmou Manuella.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Adicione o número (11) 99371-2832 aos seus contatos, mande um WhatsApp para nós e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio-2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.