Pierre Albouy/Reuters
Pierre Albouy/Reuters

Thomas Bach garante presença de 'atletas limpos' da Rússia nos Jogos de Inverno

Presidente do COI diz que 'apenas atletas sem a menor dúvida ou suspeita' irão participar da Olimpíada

Estadão Conteúdo

24 Janeiro 2018 | 17h22

Buscando evitar o que chama de "surpresas negativas" nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeonchang, na Coreia do Sul, em fevereiro, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o alemão Thomas Bach, garantiu nesta quarta-feira que a entidade terá mecanismos para evitar que atletas russos envolvidos em casos de doping possam competir.

+ Após novo veto do COI, Kremlin volta a descartar boicote aos Jogos de Inverno

O COI baniu a Rússia no começo de dezembro do ano passado por "sistemática manipulação" do sistema antidoping nos Jogos de Sochi, em 2014, mas deixou a porta aberta para que atletas sem histórico de doping possam participar.

Thomas Bach confirmou que "apenas atletas limpos e sem a menor dúvida ou suspeita" (de doping) irão participar da Olimpíada de Inverno, que começa no dia 9 de fevereiro. São os primeiros Jogos de Inverno desde a Olimpíada de Sochi, que ficou marcada pelos casos de doping de competidores russos.

"A lista convidada final terá somente atletas limpos, de modo que nem a Rússia nem o movimento olímpico terão de enfrentar surpresas negativas", disse Thomas Bach em teleconferência com jornalistas.

Viktor Ahn, patinador de velocidade em pista curta russo que conquistou seis medalhas de ouro, sendo três delas em Sochi, na última edição, integra o grupo de atletas russos que foi proibido pelo COI de competir em Pyeonchang. O comitê possui um painel que está avaliando o histórico de testes de doping de cada atleta e as evidências da investigação.

Cinco jogadores de hóquei também foram banidos de disputar os jogos na Coreia do Sul, incluindo ex-jogadores da NHL (principal liga de hóquei no gelo dos Estados Unidos) Sergei Plotnikov, Valeri Nichushkin e Anton Belov.

O COI não confirmou nenhum nome antes da publicação da lista de atletas convidados neste final de semana, nem detalhou todos os critérios utilizados pelo painel para examinar cada competidor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.