Tibetanos anunciam manifestação no Museu Olímpico

Intenção é lembrar da cerimônia de acendimento da tocha olímpica e da crise envolvendo o Tibete

EFE

26 de março de 2008 | 15h44

A comunidade tibetana na Suíça convocou uma manifestação na próxima sexta-feira em frente ao Museu Olímpico, na cidade de Lausanne, em protesto pela festa que acontecerá no mesmo dia para lembrar o acendimento da tocha olímpica e que inaugurará uma série de atos relacionados à China em relação à Olimpíada de Pequim. Veja também: Líder do Parlamento do Tibete declara apoio à OlimpíadaSegundo os responsáveis pela festa, a programação já está planejada há algum tempo e não há motivo para mudá-la por conta da manifestação. Também nesta quarta-feira, a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) qualificou de "inadmissível" a atuação de um policial da missão chinesa em Genebra, que tentou agredir ontem uma equipe da televisão suíça durante uma manifestação em defesa do Tibete. "Não é tolerável que as autoridades chinesas atuem da mesma forma em território suíço", disse uma nota divulgada pela RSF. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.