Time da Nigéria diz fará de tudo para levar o ouro no futebol

Treinador da seleção nigeriana disse que o time precisará jogar muito bem para ganhar da Argentina

EFE

19 de agosto de 2008 | 17h55

Samson Siasia, treinador da seleção olímpica de futebol masculino da Nigéria, que enfrentará a Argentina na decisão do torneio da modalidade nos Jogos de Pequim, afirmou que sua equipe fará de tudo para conseguir a medalha de ouro, assim como em 1996, em Atlanta, mas evitou comparações entre os dois times.   Veja também:  Brasil perde para a Argentina e sonho do ouro olímpico termina A campanha brasileira na Olimpíada de Pequim Vote: Dunga deve permanecer no comando da seleção?   "Não quero fazer esta comparação", disse ele. "Nossos jogadores agora são muito jovens e fizeram muito, dedicaram-se, e tenho que lhes dar um dez", acrescentou.   Siasia afirmou que a Nigéria fará o possível para derrotar a Argentina, mas advertiu que "o time precisará jogar muito bem se quiser cumprir o objetivo".   "Não podemos ir para casa com menos", enfatizou o treinador. Já o atacante Ogbuke Obasi preferiu destacar o empenho de seu time, que, segundo ele, fez por merecer chegar à decisão.   "Viemos aqui para nos entregar em campo. Como jogador jovem, os Jogos significam muito para mim, é necessário trabalhar muito duro para chegar até aqui, mas acho que a equipe trabalhou tanto que merece estar nesta final", declarou Obasi, que marcou dois gols na goleada da Nigéria sobre a Bélgica por 4 a 1 na semifinal dos Jogos.   "Junto com meus companheiros, vivi muitos altos e baixos, e agora é incrível estar aqui em uma das maiores competições do mundo, onde posso marcar um gol e ganhar uma medalha de ouro", completou. Até mesmo o técnico belga, Jean François De Sart, acredita que os nigerianos podem ficar com o título olímpico.   "A Nigéria tem grandes chances para ganhar o torneio, pois tem muitos jogadores que podem fazer gols. São todos muito fortes e têm experiência", completou De Sart.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.