Silvia Izquierdo/AP
Silvia Izquierdo/AP

Tocha olímpica percorrerá 250 cidades do Brasil em 2016

Durante o revezamento, dez mil pessoas deverão carregar a tocha dos Jogos do Rio-2016, que será acesa em Olímpia, na Grécia

Marcio Dolzan, O Estado de S. Paulo

29 de janeiro de 2015 | 12h13

O revezamento da tocha olímpica dos Jogos do Rio 2016 foi apresentado oficialmente no fim da manhã desta quinta-feira, em cerimônia realizada no Museu de Arte Moderna (MAM), no centro do Rio. A partir de maio do próximo ano, a tocha percorrerá 250 cidades brasileiras ao longo de 100 dias. A expectativa dos organizadores é a de que o percurso seja capaz de envolver pelo menos 90% da população brasileira.

O modelo da tocha já foi definido. "É um desenho bastante brasileiro, bastante clássico e lindo", disse o diretor de comunicação do Comitê Organizador da Olimpíada, Mário Andrada. A apresentação, porém, não tem data ainda para acontecer.

Durante o revezamento, dez mil pessoas deverão carregar a tocha olímpica. Ela será acesa em Olímpia, na Grécia, e percorrerá o país europeu durante uma semana antes de desembarcar no Brasil. Até a chegada ao Maracanã, na cerimônia de abertura dos Jogos do Rio, em 5 de agosto de 2016, a tocha terá passado por 250 cidades, incluindo todas as capitais. O percurso terá 20 mil quilômetros de estrada e 10 mil milhas pelo ar ao longo de 25 semanas. As cidades que receberão a passagem da tocha serão anunciadas em maio.

"Vamos ter muitas emoções nesta caminhada, e aqueles que tiverem esta oportunidade (de carregar a tocha) estarão escrevendo a história das suas vidas", disse o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman.

"Eu tive a honra de poder carregar a tocha em várias edições do Jogos Olímpicos, mas a maior emoção que tive foi receber a chama olímpica das mãos do presidente Mandela para trazer pro Rio, em 2004", recordou Nuzman. "Para isso estive na prisão em que ele esteve, estive com ele na cela, e dali saiu a caminhada da chama olímpica, que foi acesa pela primeira vez em nosso País, no estádio do Maracanã, pelo Pelé."

O revezamento da tocha olímpica foi iniciado nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936. Na Olimpíada de Barcelona, em 1992, a Coca-Cola tornou-se patrocinadora do revezamento e desde então esteve em 11 edições, incluindo as dos Jogos de Inverno. Nesta edição, Bradesco e Nissan também patrocinam. Serão os patrocinadores que irão definir o processo de escolha de quem irá conduzir a tocha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.