Reuters
Reuters

Tóquio-2020 confirma início do revezamento da tocha dia 25 sem público por causa da covid-19

Cerimônia tradicional no país-sede não terá a presença de convidados e começará pela cidade de Fukushima, que há 10 anos sofreu com terremoto seguido de tsunami

Redação, Estadão Conteúdo

15 de março de 2021 | 08h20

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, confirmou nesta segunda-feira que o início do revezamento da tocha olímpica está confirmado para o próximo dia 25 na cidade de Fukushima, ao norte do Japão, conforme planejado na programação original feita no ano passado. Mas sem a presença de público. A cerimônia no centro de treinamento J-Village e o primeiro dia do revezamento da tocha não serão abertos ao público. O objetivo, segundo os organizadores em comunicado, é evitar a disseminação do novo coronavírus.

"O Comitê Organizador está comprometido em garantir a segurança do revezamento da tocha olímpica Tóquio 2020, tomando medidas para evitar a propagação de qualquer infecção entre os espectadores, portadores da tocha, funcionários e outros participantes do revezamento, bem como os residentes locais", informou o comunicado oficial.

A cerimônia do revezamento da tocha olímpica começará pela cidade de Fukushima, que há 10 anos sofreu com um terremoto seguido de tsunami que atingiu uma usina nuclear e deixou 20 mil mortos. Atualmente, o país ainda tem mais 30 mil "refugiados nucleares" por causa da tragédia.

Adiada no ano passado em uma decisão conjunta entre o Comitê Olímpico Internacional (COI), o Comitê Organizador e o governo do Japão, os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 agora estão previstos para ocorrer entre 23 de julho a 8 de agosto, mas muitos japoneses defendem o cancelamento do evento. Os organizadores e o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, já disseram diversas vezes que a Olimpíada vai ocorrer de qualquer maneira. O Japão tem atualmente mais de 447 mil casos confirmados de covid-19 e 8,6 mil mortes, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos.

ADIAMENTO DE EVENTOS-TESTE

Or organizadores anunciaram nesta segunda-feira o adiamento de dois eventos-teste para a Olimpíada. Inicialmente marcada entre 26 e 30 de abril, uma prova de tiro esportivo acontecerá agora entre 17 e 21 de maio. Já uma competição de skate passou de 28 e 29 de abril para 13 e 14 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.