Tribunal mantém velocista Chambers fora da Olimpíada

O velocista britânico Dwain Chambers fracassou na sua tentativa de revogar a suspensão olímpica vitalícia por doping e não poderá competir nos Jogos Olímpicos de Pequim. O Tribunal Superior de Londres se recusou a emitir uma decisão contrária a uma lei do comitê olímpico local, que proíbe a participação olímpica de atletas pegos em exames antidoping. Dwain Chambers venceu no último sábado a seletiva britânica de atletismo para a disputa dos 100 metros rasos na Olimpíada. Na final da competição, disputada na cidade de Birmingham, ele foi o mais rápido, com o tempo de 10s00. O atleta britânico foi punido por doping em 2003 e já cumpriu a suspensão de dois anos pelo doping - o esteróide THG foi encontrado em seu organismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.