Don Ryan/AP
Don Ryan/AP

Tyson Gay troca pistas pelo gelo e vai competir no bobsled

Após disputar os Jogos do Rio, velocista passa a mirar a Olimpíada de Inverno de 2018

O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2016 | 10h53

Após disputar os Jogos Olímpicos do Rio, o velocista Tyson Gay vai trocar as pistas pelo gelo para se arriscar em esportes de inverno. A partir desta quarta-feira, o americano será a atração do USA Bobsled National Push Championships, que será disputado em Calgary, no Canadá. No bobsled, os atletas usam um trenó para percorrer uma pista de gelo e podem atingir velocidades de até 150 km/h.

Gay, 34 anos, participou da últimas três edições dos Jogos Olímpicos. Ele fez parte da equipe dos Estados Unidos que ganhou a prata no revezamento 4 x 100 metros em Londres-2012, mas que acabou perdendo a medalha após Gay ser flagrado no exame antidoping. No Rio, a equipe dos EUA foi desclassificada por realizar a troca de bastões fora da área permitida.

Recordista americano dos 100 metros rasos, com 9s69, Gay tem o segundo melhor tempo da história, atrás apenas do jamaicano Usain Bolt. Tricampeão mundial em 2007 nos 100 m, 200 m e 4 x 100 m, ele realizou treinos com o trenó de bobsled um "punhado de dias", de acordo com a Federação de Bobsled dos EUA.

Outra velocista que participará do USA Bobsled National Push Championships é Ryan Bailey, 27 anos, integrante da equipe de revezamento 4x100 metros dos Estados Unidos nos Jogos do Rio. Bailey, inclusive, tem  impressionado seus treinadores, especialmente depois de ganhar um campeonato de bobsled em pista seca em Nova York, no mês passado.

Ao todo, 56 atletas participarão até sábado do USA Bobsled National Push Championships. A competição vale vaga no time nacional dos Estados Unidos que disputará os Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, em PyeongChang, na Coreia do Sul.

Tudo o que sabemos sobre:
AtletismoTyson Gay

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.