AP/Patrick Semansky
AP/Patrick Semansky

Um dos atletas mais esperados da Olimpíada, Bolt desembarca no Rio

Chegada do astro jamaicano causou alvoroço no aeroporto do Galeão

Fábio Grellet, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2016 | 22h00

Um dos atletas mais aguardados na Olimpíada do Rio de Janeiro, o velocista jamaicano Usain Bolt, de 29 anos, desembarcou no aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador (zona norte do Rio), às 21h03 desta quarta-feira, em voo vindo de Londres.

Bolt chegou usando boné, óculos escuros e fone de ouvido e causou alvoroço no aeroporto. Embora fosse aguardado por muitos jornalistas, ele não parou para falar com a imprensa. Fez apenas um comentário, quando questionado se havia sonhado com três medalhas de ouro (já que vai disputar três provas) durante a viagem. "Não dormi no voo", limitou-se a dizer.

Em meio a jornalistas e fãs, Bolt foi recepcionado por colegas da delegação jamaicana, que já estavam hospedados no Rio. Eles foram buscá-lo e levaram o atleta embora de carro.

Atual recordista mundial dos 100 metros (9s58) e dos 200 metros (19s19), Bolt vai disputar no Rio-2016 as provas de 100m, 200m e o revezamento 4x100m. Ele já venceu essas três provas nas duas últimas Olimpíadas (Pequim-2008 e Londres-2012).

No mesmo voo de Bolt viajaram para o Rio a equipe de remo da Nova Zelândia e atletas britânicos de hóquei sobre grama, vela e tae kwon do. A delegação jamaicana havia feito suspense sobre o dia e hora em que Bolt chegaria ao Rio, mas o mistério foi desfeito por atletas britânicos, que postaram em redes sociais fotos ao lado do velocista quando estavam prestes a embarcar juntos em Londres rumo ao Rio.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.