Um milhão e meio de carros deixam de circular em Pequim

Proibição de tráfego tem como meta ajudar no combate à poluição para os Jogos Olímpicos de agosto

EFE,

20 de julho de 2008 | 06h40

Mais de um milhão e meio de carros deixarão de circular diariamente na capital chinesa a partir deste domingo, e até 20 de setembro, após a entrada em vigor de medidas para reduzir a poluição durante os Jogos Olímpicos, que começarão em 8 de agosto. A agência de notícias Xinhua informou que o departamento de transportes anunciou que esta medida não será aplicada entre a meia noite e as três da madrugada. A proibição de tráfego vem a se somar a outra restrição, aplicada desde 1 de julho, quando foram retirados de circulação 300 mil veículos altamente poluentes. A medida não afetará os veículos olímpicos, que desde o dia 25 de julho contam com 265 quilômetros de pista especial para facilitar a mobilidade de atletas, organizadores e jornalistas entre os estádios, a vila olímpica e os hotéis. Outra das regulações aplicadas a partir deste domingo prevê a paralisação de todas as obras da cidade, o que reduzirá a poeira e a poluição sonora. Além disso, o número de empresas altamente poluentes que reduziram ou paralisaram suas atividades aumentou para 150, uma medida que afetarão, entre outras, as petroquímicas e fundições durante dois meses.

Tudo o que sabemos sobre:
OLIMPÍADA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.