AFP
AFP

Vadão minimiza pênalti perdido por Marta: 'Temos que agradecê-la'

Craque desperdiçou a cobrança, mas ainda assim o Brasil venceu

Leonardo Augusto, especial para a AE, O Estado de S.Paulo

13 Agosto 2016 | 10h36

O técnico da seleção brasileira feminina de futebol, Vadão, minimizou o fato de Marta ter perdido o pênalti na última sexta-feira no confronto contra a Austrália no Mineirão, em Belo Horizonte, pelas quartas de final da Olimpíada do Rio. Depois de empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, a craque desperdiçou a cobrança, mas ainda assim o Brasil venceu e se classificou.

"Não representa nada. Pelo que a Marta já fez, vamos passar o resto da vida agradecendo", afirmou. O técnico disse ainda que, atualmente, não há pressão maior sobre a jogadora. "Dentro do grupo não existe isso. Temos uma equipe equilibrada, disciplinada", disse Vadão.

Para a goleira Barbara, a torcida no Mineirão teve participação fundamental no desempenho do time. "Sobretudo depois de correr 120 minutos", avaliou. A jogadora afirmou também que o futebol feminino vive um momento excelente durante a Olimpíada. "Estamos tendo grande visibilidade e dentro de casa. O que queremos é que o futebol feminino seja visto como qualquer outro esporte".

O técnico da Austrália, Alen Stajcic, muito nervoso, falou rapidamente sobre a atuação de seu time. "Nossas jogadoras se esforçaram muito. Foi bom representar nosso país na competição", disse. A jogadora Samantha Kerr disse ter ficado orgulhosa do desempenho de sua equipe.

PARTICIPE

Quer saber tudo dos Jogos Olímpicos do Rio? Mande um WhatsApp para o número (11) 99371-2832 e passe a receber as principais notícias e informações sobre o maior evento esportivo do mundo através do aplicativo. Faça parte do time "Estadão Rio 2016" e convide seus amigos para participar também!

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.