Valadão fratura joelho e desfalca handebol brasileiro na Olimpíada

A seleção brasileira masculina de handebol terá um desfalque importante para os Jogos Olímpicos do Rio. O armador-esquerdo Guilherme Valadão, do Granollers, da Espanha, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito, precisará passar por cirurgia, e não volta às quadra a tempo de disputar a Olimpíada, em agosto.

Estadão Conteúdo

17 de abril de 2016 | 17h20

"É com grande tristeza que venho anunciar que terei que passar outra vez por uma cirurgia e outra vez ligamento cruzado do joelho direito. Uma pena quando se está em uma quartas de final de Copa Europa e em terceiro na Liga (Espanhola). Já não jogarei a temporada 2015/16 e, mais difícil ainda, sabendo que não poderei defender meu país na Olimpíada do Rio", postou Valadão em suas redes sociais.

O armador foi revelado pela Metodista/São Bernardo, da sua cidade natal, e chegou à seleção brasileira em 2012. Naquele mesmo ano, passou pela primeira cirurgia no ligamento cruzado anterior do joelho direito. Desde 2013 ele atua no handebol espanhol, tendo jogado antes pelo BM Guadalajara.

No ano passado, ele já ficou fora dos Jogos Pan-Americanos por causa de uma lesão no ombro. Valadão se machucou logo após o Mundial, em fevereiro, e só voltou às quadras no segundo semestre. Na Copa Europa (espécie de Liga Europa do handebol), é um dos destaques do Granollers. Em seis partidas, marcou 24 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.