Fabrice Coffrini/AFP
Fabrice Coffrini/AFP

Veja a repercussão do adiamento da Olimpíada entre atletas e confederações

Após muita pressão nos bastidores, Comitê Olímpico Internacional decidiu adiar para 2021 os Jogos Olímpicos do Japão

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de março de 2020 | 13h43

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 foram adiadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta terça-feira (24) devido a pandemia do novo coronavírus. No início do mês de março, diversas competições ao redor do mundo foram canceladas e a aplicação da quarentena, para evitar a propagação da nova doença, interferiu na rotina de treino dos atletas.

Desta forma, os Comitês Olímpicos Nacionais se manifestaram a favor do adiamento dos Jogos e, pressionado, o COI adiou a realização das Olimpíadas para 2021. A decisão do comitê repercutiu entre atletas e confederações, que se manifestaram em suas redes sociais:

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Mantenha sua chama #Tokyo2021 Sonhos não são cancelados,apenas adiados. #fiqueemcasa.

Uma publicação compartilhada por Ana Claudia L Silva ‍♀ (@aninhaclemos) em

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Olimpíada 2020 Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.