Vencedor da Maratona masculina em Pequim quer bater recorde

Após ouro, queniano Samuel Wanjiru pretende fazer tempo melhor do que o registrado por Haile Gebrselassie

EFE,

24 de agosto de 2008 | 13h30

O queniano Samuel Wanjiru, vencedor da maratona masculina nos Jogos Olímpicos de Pequim, disse que seu objetivo para a próxima temporada é bater o recorde mundial do etíope Haile Gebrselassie.Veja também: Samuel Wansiru é ouro e bate recorde na maratonaBalanço dos Jogos Olímpicos de Pequim"Tenho certeza de que posso bater o recorde mundial. Se fizer uma boa corrida, posso conseguir um tempo de 2h04", comentou Wanjiru, de apenas 21 anos. O corredor disse ainda que teve dificuldades na prova em razão do calor e da umidade da capital chinesa.Gebreselassie, que desistiu da maratona para se concentrar apenas nos 10 mil metros, detém o recorde mundial da prova desde 30 de setembro de 2007, quando estabeleceu uma marca de 2h04min26 em Berlim.A intenção do queniano é justamente quebrar a marca na capital alemã. "Quero ir à Maratona de Berlim ano que vem disposto a bater o recorde mundial, o que me fará perder o Mundial por ser quase ao mesmo tempo", comentou.Wanjiru, que já detém o recorde da meia-maratona com os 58s33 obtidos em Haia, na Holanda, no dia 17 de março de 2007, comentou que corre cerca de 700 quilômetros por mês e que descansa dois dias por semana.Ao comentar a vitória, o queniano disse ter tido sorte, já que estava muito calor, mas estava orgulhoso por ter sido o primeiro de seu país a conseguir o feito."Temos muitas medalhas no Quênia, e agora uma de ouro na maratona", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.