Vila Olímpica divulgará cultura chinesa a atletas

Diretora do local afirma que intenção nas Olimpíadas é proporcionar experiência sobre a China

EFE,

29 de julho de 2008 | 15h32

A Vila Olímpica de Pequim foi aberta oficialmente no domingo e, segundo a organização dos Jogos, a proposta do local é fazer com que os atletas sintam-se em casa, mas também divulgar a cultura da China entre eles.A ex-jogadora de tênis de mesa Deng Yaping, diretora da Vila, disse que o lugar vai oferecer uma experiência cultural intensa aos competidores."Será um lugar onde os atletas poderão se divertir e também conhecer a cultura chinesa. Queremos proporcionar uma experiência total sobre nosso país", disse à agência Xinhua.Deng, considerada uma das lendas do tênis de mesa chinês, explicou que a prioridade da Vila Olímpica nos próximos dez dias será "recepcionar bem" os atletas."Todas as delegações chegarão à Vila antes do início dos Jogos. Ela estará em operação durante 24 horas por dia para atender aos atletas", assinalou.A alimentação recebeu um cuidado especial da organização e os esportistas de mais de 200 países poderão contar com pratos de várias regiões do planeta."A comida aqui é muito boa e há várias instalações divertidas, como os cybercafés", disse à Xinhua Hector Fuentes, representante de Cuba no salto triplo.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008Vila Olímpica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.