Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Werder desafia Fifa e diz que Diego não vai a Pequim

Time alemão reforça necessidade de manter o meio-campista e compra briga; jogador se mostra resignado

AE, Agencia Estado

14 de julho de 2008 | 13h12

O Werder Bremen desafiou a regulamentação da Fifa e voltou a afirmar, nesta segunda-feira, que o meia brasileiro Diego não está liberado para disputar a Olimpíada de Pequim. De acordo com a Fifa, os clubes são obrigados a liberar jogadores com menos de 23 anos para os Jogos.Veja também: Diego acredita que vai ser liberado para as Olimpíadas"É claro que eu ficaria muito feliz em disputar uma Olimpíada, é um sonho que tenho. Mas o Werder não quer me liberar. Klaus Allofs and Thomas Schaaf [dirigentes do clube] me explicaram as razões e eu respeito a decisão", afirmou o brasileiro.O diretor-esportivo do clube, Klaus Allofs disse que Diego é um jogador fundamental e que o Werder não pode prescindir do meia durante a pré-temporada e o início do Campeonato Alemão. O dirigente afirmou, ainda, que a Fifa não tem condições legais de obrigar o clube a liberar o jogador.Além de Diego, o lateral sérvio Dusko Tosic esperava defender sua seleção no torneio olímpico de futebol. O Werder Bremen também, vetou a participação do jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
Pequim 2008futebolDiego

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.