Rodolfo Buhrer/COB
Rodolfo Buhrer/COB

Yane Marques comandará esporte de Recife, mas nega aposentadoria

Pentatleta afirma que diminuição na carga de treinos já estava planejada

Estadão Conteúdo

02 de janeiro de 2017 | 20h11

Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio, Yane Marques foi eleita nove vezes seguidas a "atleta do ano" em Pernambuco. Agora, aos 32 anos, a pentatleta dá um passo adiante na carreira, assumindo o cargo de secretária-executiva de Esportes da prefeitura de Recife.

Convidada pelo prefeito Geraldo Julio (PSB), que tomou posse no domingo, ela será subordinada à secretária de Turismo e Esportes, Ana Paula Vilaça. Na prática, deverá comandar a área esportiva da capital pernambucana, uma vez que as pastas de turismo e esporte foram fundidas numa mesma secretaria por economia.

Apesar do novo cargo, Yane nega que vá se aposentar do pentatlo moderno. "Já estava nos meus planos diminuir o ritmo dos treinos, mas vou realizar minhas seções de treinos bem cedo, antes do expediente na prefeitura. Vai ser um grande desafio", escreveu Yane, no Facebook.

"Posso garantir que vou me dedicar muito para continuar me capacitando e prestar um bom serviço na área esportiva. Continuarei multiplicando minha história através de palestras em empresas, colégios e universidades, novidade que começou a fazer parte do meu calendário desde novembro de 2016. Em resumo, tenho um grande ano de trabalho pela frente", continuou.

Eleita em votação popular para ser a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio, Yane fez o Estádio de Deodoro ficar lotado para vê-la competir. Mas, competindo mal durante todas as quatro etapas da prova, terminou apenas no 23º lugar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.