Lyoto Machida é nocauteado por cubano e fica longe de cinturão

Yoel Romero aproveita queda e termina luta com cotoveladas

Rafael Pezzo, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2015 | 10h42

Buscando uma volta pro cima no UFC após ser finalizado por Luke Rockhold há pouco mais de dois meses, Lyoto Machida decepcionou. A 1 minuto e 38 segundos do terceiro round, o brasileiro foi nocauteado pelo cubano Yoel Romero. Com a derrota, ele fica cada vez mais distante de um novo desafio pelo cinturão do médios do maior torneio de MMA do mundo. 

Se o "Dragão" praticamente diz adeus ao topo do ranking, o "Soldado de Deus" pode ter garantido um lugar na fila para lutar com o campeão, Chris Weidman. Está praticamente certo que o próximo a desafiar o americano é Rockhold. Já o cubano, deve finalmente ir ao octógono contra outro brasileiro, Ronaldo Jacaré, após a evento entre os dois ser cancelado em duas oportunidades. 

Apesar de ter medalhas olímpicas no wrestling, Romero aumentou para nove o número de vitórias por nocaute, contra apenas uma por decisão dos juízes e nenhuma por finalização. Mas Yoel usou muito bem o seu esporte de origem ao aproveitar a única queda de todo o combate, deixar Lyoto sem defesa e nocauteá-lo com um sequência de socos e cotoveladas antes da metade do terceiro round. 

A LUTA

O combate começou equilibrado com ambos os lutadores se estudando, andando muito pelo octógono e arriscando apenas golpes curtos, como chutes baixos e jabs. Poucos socos entraram, e, nos mais fortes, Lyoto corria pelo octagon de braços abertos para mostrar a todos que não tinha sentido nada. 

Para a segunda parte da luta, o cubano voltou mais ativo, buscando ataques contundentes, clinchando em alguns momentos e acertando três bons diretos. Na tentativa de uma joelhada do adversário, o brasileiro se esquivou rapidamente e correu para o outro lado.

No segundos finais, depois de Lyoto encaixar dois chutes nas pernas do rival em sequência, o cubano se impulsionou contra a grade e partiu para o contra-ataque com um soco. Quando finalmente encaixou para derrubar, o gongo soou e Machida fez sinal de negativo dizendo que não iria para o chão. 

Incentivado por seu córner no intervalo, o "Soldado de Dios" voltou com gana para a terceira parcial. E, ao contra-golpear uma das raras vezes em que o "Dragão" partiu para o ataque, trançou as pernas do brasileiro, o levou para o chão, encaixou cotoveladas e apenas esperou para que o juiz decretasse o fim da luta. 

Lyoto e Romero mostraram muito respeito durante toda a luta, batendo as luvas no começo e final de cada round. Durante o segundo round, após acertar o adversário em suas partes baixas, Lyoto interrompeu rapidamente o combate e pediu desculpas a Romero.

Após comemorar o nocaute com o público e ser contido pelos seguranças ao tentar sair do octógono, o cubano cumprimentou todo o staff de Machida, que ainda era atendido pelos médicos. Depois de tentar por várias vezes, Yoel finalmente foi autorizado e foi falar com Lyoto, e o parabenizou pela luta e pregou respeito ao brasileiro ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate.

BRASIL NO OCTÓGONO

Os outros cinco brasileiros que participaram do evento saíram vencedores. Também pela categoria dos médios, Antônio "Cara de Sapato" finalizou o jamaicano Eddie "Truck" Gordon com um mata-leão no terceiro round. Já Thiago "Marreta" conectou belo chute na cabeça de Stevie "Boss" Bossé ainda no primeiro round e acabou rapidamente com a estreia do canadense no Ultimate. 

Também pelo card principal, o peso pena Hacran Dias levou a melhor sobre o georgiano Levan Makashvili em decisão dividida dos juízes (28/29, 29/28, 29/28) após três rounds. 

No evento preliminar, Alex Cowboy, dos meio-médios, e Leandro "Buscapé", peso-combinado, derrotaram os americanos Joe Merritt e Lewis Gonzalez, respectivamente, por decisão unânime.

UFC FIGHT NIGHT 70

Hollywood, Flórida

CARD PRINCIPAL:

Médios: Yoel Romero (CUB) vendeu Lyoto Machida por nocaute (cotoveladas) a 1'38" do 3º round

Meio-médio: Lorenz Larkin (EUA) venceu Santiago Ponzinibbio (ARG) por nocaute técnico a 3'07" do 2º round

Médio: Antônio "Cara de Sapato venceu Eddie "Truck" Gordon por finalização (mata-leão) a 4'37" do 3º round

Médio: Thiago "Marreta" venceu Steve "Boss" Bossé (CAN) por nocaute (chute na cabeça) a 29" do 1º round

Pena: Hacran Dias venceu Levan Makashvili (GEO) por decisão divida (28/29, 29/28 e 29/28) após 3 rounds

CARD PRELIMINAR:

Meio-médios: Alex "Cowboy" venceu Joe Merritt (EUA) por decisão unânime (30/27, 30/27 e 30/27) após 3 rounds

Combinado: Leandro "Buscapé" venceu Lewis Gonzalez (EUA) por decisão unânime (30/27, 30/27 e 29/27) após 3 rounds

Meio-médios: Tony Sims (EUA) venceu Steve Montgomery (EUA) por nocaute técnico (socos) a 2'43" do 1º round

Moscas: Sirwan Kakai (SUE) venceu Danny Martinez (EUA) por decisão unânime (30/27, 30/27 e 30/27) após 3 round

Tudo o que sabemos sobre:
lutaslyoto machidayoel romeroufc

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.